Ser guiada ao altar, vestida de branco é uma inesquecível emoção.
RSS

INTRODUÇÃO AO BLOG :" CASAMENTO NA IGREJA "

Tem gente que acha careta, tem gente que acha um luxo. A verdade é que ninguém é indiferente a uma cerimônia de casamento realizada na igreja, com direito a tapete vermelho, marcha nupcial, véu e grinalda. A maioria das garotas sonha com esse momento, o de ser entregue ao noivo pelas mãos do pai e de vestido branco, mesmo que essa simbologia tenha perdido o significado. Os futuros cônjuges podem estar dividindo o mesmo teto há meses e até ter um filhinho, quem se importa? A verdade é que casamento na igreja é um rito de passagem, um momento de bênção e de satisfação à família, aos amigos e à sociedade. O amor pode prescindir desse ritual todo, mas um pouco de pompa e circunstância não faz mal a ninguém. Já que o casal optou pelo sacramento do matrimônio e quer fazê-lo diante de Deus, o mais seguro é não inovar. Nada de entrar na igreja sob os acordes da trilha sonora do Titanic, casar de vermelho e decorar a igreja com cactus. Você não está numa passarela do Dolce & Gabanna, está na capelinha da sua paróquia: Mendelssohn, velas, copos-de-leite e uma boa Ave-Maria na saída, quer coisa mais chique e inatacável?
Martha Medeiros

--------------------------------------------------------
Aqui eu guardo todos os detalhes da história de meu conto de fadas!


Aos leitores

- B E MㅤV I N D O S - Nosso casamento foi realizado em 22/12/2007.
Neste blog estão disponíveis além das fotos de nossa cerimônia e recepção, as de nosso noivado, os chás de despedida e lua-de-mel e tbm orçamentos que fizemos para a realização do evento.
Aos casais que pensam em se casar, eu digo que é um sonho maravilhoso que vale a pena cada centavo gasto.
Às noivinhas de plantão : acreditem no seu sonho e façam acontecer ! É preciso planejamento e muita cautela mas o essencial é seguir os próprios instintos. Conselhos virão de diversos lugares mas cabe à você saber o que lhe deixará satisfeita. FELICIDADES A TODOS !

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A IGREJA ESCOLHIDA e TAXA DE CONTRIBUIÇÃO

Escolhemos a Paróquia São Pedro e São Paulo,
que fica na Rua Theodoro Gbur, 528 -
no bairro do Bacacheri - Vila São João,
em Curitiba-Paraná
(está postada em links deste blog)

Sempre assistimos às missas nessa igreja e achamos muito
linda a missa do Pe. Alceu Zembruski, o pároco. Queríamos
que fosse ele!
Até mudamos a data do casamento para dia 22 só por causa de
uma viagem em que ele estaria fazendo ao Rio Grande do Sul.
Iríamos nos casar dia 14/12/2007 inicialmente.
Preferimos esperar por ele e ficou para dia 22/12/2007.

Outro motivo, e o principal em escolhermos essa igreja é que meu
amor não havia sido batizado até a adolescência e por vontade própria,
escolheu a religião católica e se batizou lá. O único pedido que ele me
fez é de que fosse realizada nossa cerimônia de casamento lá. O que me
agradou bastante, pois sempre achei a igreja muito linda! Eu tenho foto e irei postar, ela está salva no nosso outro pc, mas tem algumas imagens no site. Apesar de que no site parece pequena, pois só mostra as laterais da Igreja, pois ela além de ser grande tem uma bonita entrada :)

Marcamos com o padre em um sábado para conversarmos a respeito do casamento. Tem que levar a certidão de batismo e tranferência de certidão, no meu caso que sou de outra paróquia(18,00 reais foi o que paguei na época).Preenchemos uma ficha na secretaria com nossos datos para emissão da futura Certidão de Casamento e esperamos na recepção sermos chamados.

Não demorou muito e fomos chamados.Em primeiro lugar o padre nos entrevistou, e conversou conosco nos dando conselhos matrimoniais.Foi muito bom, esclarecedor e nos uniu ainda mais, já que somos católicos e temos muita fé em nossa religião.Depois ele faz entrevistas individuais com perguntas que são bem pessoais, mas que são muito importantes para uma vida a dois feliz. São perguntas a respeito de nossos sentimentos com relação a pessoa que queremos passar o resto de nossas vidas.Depois retornamos ambos para conversarmos todos juntos e ele nos dá as bençãos e incentivos necssários.

No final, o padre disse que a taxa ficaria a nosso critério. Poderíamos fazer a contribuição que desejássemos. Como somos dizimistas e contribuímos mensalmente, ofertamos 150,00 reais para o dia de nosso casamento.

0 comentários:

Postar um comentário